5 erros na experiência de compra dos Brinquedos

experiencia de compra

O seu ambiente de compra é amigável para qual público? Pais ou filhos? Aliás, quem é o seu público de brinquedos?

Parece uma pergunta óbvia de se responder, afinal, qual empresa não sabe quem é seu público alvo, porém, na prática observamos que nem todos os espaços são pensados para ambos, e muitas empresas perdem a oportunidade de estabelecer um relacionamento com essas famílias.

Estamos falando de duas gerações completamente diferentes, mas ambas são as decisoras no processo de compra desse mercado, e ambas buscam a mesma coisa das marcas: valores de identificação e experiência, criando assim um relacionamento de confiança.

E se você, não vendeu o suficiente nesse dia das crianças, não atingiu as metas que esperava, ou até vendeu, mas com certeza quer melhorar as vendas para o Natal, então descubra…

Onde você está errando?

Uma pesquisa elaborada pela Revista Espaço Brinquedo, nos traz algumas informações que vale a reflexão do que vem acontecendo no ponto de venda do setor de brinquedos nos últimos anos.

Entre os entrevistados estão pais, mães, familiares, cuidadores e educadores que frequentam esse tipo de loja em datas comemorativas.

#1 Mix de produtos

62% dos entrevistados disseram estar poucos satisfeitos com o mix de produtos das lojas de brinquedos.

Os produtos se repetem nas grandes lojas, e realmente o que compete uma à outra é o preço, atendimento, e a conveniência do que está mais perto para comprar. Faltam brinquedos inovadores que realmente cativam as crianças.

#2 Exposição da loja

25% reclamaram da exposição dos produtos, como pilhas de caixas, corredores apertados, bagunçados, e poluição visual.

Ao visitar uma loja de brinquedos eu realmente tenho essa sensação, não é um ambiente clean, organizado, em que você se sente confortável, muitos estímulos acabam atrapalhando a compra da garotada.

#3 Preço e Qualidade

  • 87% dos consumidores reclamam do preço praticado pela loja.
  • 43% definem a compra mediante a qualidade do produto.
  • 32% procuram produtos até cem reais, tentando manter a coerência entre preço bom, e qualidade.

Quem nunca foi comprar um brinquedo no ponto de venda, e teve a sensação de aquele produto não valia o preço estipulado?

Existem vários vídeos nas redes sociais mostrando que os brinquedos nos Estados Unidos, custa menos da metade dos valores estipulados pelas lojas brasileiras.

#4 Fidelidade

Me diz qual foi a última vez que você participou de um programa de fidelidade desse setor? Ou teve algum benefício como promoção, desconto exclusivo, cartão fidelidade, ou estabeleceu algum relacionamento com esse setor?

Pois é, sentimos falta de ter essa conexão com esse segmento.

#5 Atendimento

Final de ano se aproximando, com o dia das crianças e natal, aí sim, que a loja fica uma loucura com tantas pessoas para atender, e funcionários que não dão conta de todo mundo, o que acaba deixando o atendimento da loja a desejar.

Muitas vezes os consumidores dão as informações como idade, preço, qual o objetivo de compra, mas o atendimento não consegue transformar em opções bacanas o que foi pedido.

Comportamento de consumo

Ainda falando dessa mesma pesquisa:

  • 48% dos pesquisado apontam que não há regularidade na compra de brinquedos.
  • 67% reparam nos recursos e design das embalagens na hora da compra.
  • 64% preferem comprar os brinquedos em lojas especializadas.
  • 33% compram on-line.

O e-commerce vem ganhando força no mundo a fora, e não seria diferente nesse setor de brinquedos, ainda assim, as pessoas querem tocar, pegar, ver e ter uma experiência de compra nas lojas físicas no qual a loja e a marcas precisam começar a transformar.

Quais são as melhores Práticas que você precisa adotar?

Se a intenção do varejista é chamar atenção dessa turminha toda, e criar um espaço diferenciado que conecte emocionalmente adultos e crianças, a estratégia tem que ir muito além de um ponto extra colorido, um vídeo game para entreter, ou um brinde mais ou menos.

Público 2 em 1

É importante entender que são dois públicos distintos dividindo o mesmo espaço de compra, no mesmo momento, com necessidades diferentes. As crianças Alphas tem um comportamento de compra totalmente diferente de seus pais.

O primeiro passo é pensar na disposição desses produtos, o campo de visão é diferente para cada um, e alinhar uma estratégia emitindo uma mensagem que se conecte com ambos, pode parecer desafiador, mas é possível criar momentos de impacto e diversão para ambos.

Os pais têm preocupações

Antes dos pais se engajarem a uma experiência de compra com seus filhos, eles precisam ter a certeza que aquele ambiente é seguro, clean, e limpo para os seus filhos.

Transforma a sua loja em um ambiente que os dois possam se sentir confortáveis em se divertir, atendendo os requisitos mínimos de segurança, limpeza, e decoração, principalmente se loja tem uma grande circulação de pessoas.

Super Vendedores

Treine o seu time de vendas e os motive para dar atendimento  excelente e personalizado, com informações completas sobre os produtos, e boas indicações de compra.

É importante ressaltar que em datas comemorativas com maior fluxo na loja, o seu time de vendas precisa de mãozinha extra para manter a qualidade do atendimento.

Já pensou em contratar promotores?

Personalize a experiência de compra

Quem têm filhos sabe, que realizar compras, seja de natal, seja de dia das crianças, seja de supermercado, ou brinquedos, ou shoppings, ou o que for, pode ser muito divertido, como pode ser um desastre infernal.

Afinal, as crianças ficam impacientes com filas, atendimento demorado, cansaço, sono em horas diferentes das nossas, ou se tem que andar muito para achar um item.

Por isso, é importante criar uma experiência prática, objetiva, que atenda a necessidade de ambos, e principalmente crie uma conexão com as crianças através de um trajeto de descobrimento, aventura e diversão.

Conte uma história nesse trajeto, promova descobertas, e se conecte com ambos os públicos.

DicasPTTrade Marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Sou Eduardo, tudo bem? Automatize os processos, reduza o custo de sua operação e melhore suas estratégias com APP. Podemos conversar?